domingo, 19 de abril de 2015

[Marcenaria x Gerenciamento]: Construindo Pontes


(Texto escrito em Setembro de 2010 para a Comunidade do Orkut Marcenaria Moderna):

A principal ponte que o líder precisa construir é dentro dele mesmo: a ponte entre o racional e o emocional, entre o pessoal e o profissional, entre o pensar e o fazer. A era industrial forçou fragmentações quando, por exemplo, exigia que a pessoa deixasse suas emoções em casa e viesse para o trabalho apenas com sua parte racional e profissional. Mas hoje as empresas precisam da imaginação das pessoas para vencer o jogo competitivo por meio da inovação. E a criatividade está principalmente no emocional. Por isso não dá mais para contar apenas com o lado racional dos empregados. Precisamos que todos, sem exceção, venham inteiros para o trabalho.
(Palavras de Carlos Ghosn, Presidente da Nissan. Retirado do Livro “Você é o Líder da sua Vida?” de César Souza)

Sobre Funcionários:

O que está acontecendo atualmente em minha Empresa é o fato de que produzimos rápido demais. Levamos mais tempo pra Projetar e colocar o material dentro da Empresa do que pra executar. Gasto 90% do meu tempo planejando e 10% executando, literalmente. Montagem também é outra parte bastante demorada. Sendo assim nestas ocasiões meus funcionários ficam parados. Várias vezes fui criticado por isso e aposto que aqui não será diferente. Mas em verdade vós digo que Marcenaria Artesanal é assim mesmo! Não dá pra manter os Funcionários produzindo a todo o momento. Inventar serviço ou tentar dispensar o Funcionário pra descontar depois (Banco de Horas) é no mínimo desmotivador e desnecessário. É o que chamo de Economia Porca. Defendo que quando não houver serviço deixe os Colaboradores parados ou dispense sem descontar. Afinal, eles não têm culpa se não tem nada pra fazer naquele momento. Deixem eles trocarem figurinhas e coçar o saco.

É lógico que estou falando da pausa na produção que pode ocorrer entre um serviço e outro. Quando realmente faltar serviço completamente e ficar dependente de uma venda pra voltar a trabalhar é melhor dar Férias Coletiva ou aproveitar pra se livrar de Funcionários Problemáticos. Aproveitar esse momento pra dar uma reformulação no Layout da Empresa é bom também.

Mas é interessante conversar com os Funcionários sobre o assunto deixando bem claro que ficar parado às vezes é normal. Que ninguém deve ficar incomodado ou com medo de cortes. E que todos devem ficar preparados pra mandar bala na hora certa. Ninguém deve ficar enrolando pra terminar um serviço só pra não ficar parado. Se o Funcionário acostuma enrolar neste momento não vai mais fazer o serviço rápido quando for necessário.

Jogo limpo é o que importa. Se a coisa ta preta abra a boca e reclame, se está bem, tranqüilize a todos. Devemos enrolar e mentir só para os Clientes (faz parte do jogo). Eles não gostam de ouvir a verdade. Mas para as pessoas que fazem parte do nosso dia-dia tem que ser jogo limpo senão perdemos a moral e aí a coisa fica preta a médio prazo.

Devemos investir no Gerenciamento de Produção pra diminuir e evitar essas lacunas, mas nunca apelar. Tem patrão que manda os funcionários lixar chapa de compensado e varrer o teto da Marcenaria (rsrsrsrs). Isso é o cúmulo da mesquinharia, absurdo! Outros ficam nervosos e saem atirando pra todo lado. Cadê a Inteligência Emocional deste indivíduo? Um camarada deste nem pode ser chamado de Líder!

Vendo meus Funcionários parados me perguntaram como eu consigo pagá-los e se estou tendo Lucro assim??? Respondi: Muito mais do que antes!


Se sua empresa não está indo bem, mude TUDO. 
Principalmente sua FILOSOFIA! 
Comece mudando a si mesmo!


(MARCENEIRO)